sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Unha do dia

Shorts

Ok gente, o verão está aí e nada mais confortável que investir nos shorts para looks fresquinhos.
E shorts sempre estão na moda, né? Tem variedades de shorts, cada um com seu charme e ocasião. Pode usar e abusar dessa peça o ano inteiro. Mas é aqui, no calor, que ele fica mais forte. O que mais tem são modelos variados para todos os gostos, qual é o seu?



+ O shorts número 1 é um sheepskin. Com o couro, caí super bem em ocasiões mais formais.
+ O shorts número 2 e o 3 são os famosos shorts rasgados. Ficam lindos sendo usados com uma camiseta básica, igual na foto 3, como com roupas mais pesadas (tipo o couro, ankle boot, peças pretas).
+ O shorts número 4 é uma mistura do shorts rasgado com a renda. Pode ser super pin-up como romântico, fica lindo das duas formas. Mas se você quiser ousar com uma ankle boot e uma peça um pouco mais pesada, aconselho a não exagerar nos acessórios.
+ O shorts número 5 é o meu sonho de consumo. Ele não tem botões, só um zíper, é de cintura alta e imita um jenas. O tecido parece aqueles usados em roupa de astronauta, sabe? Pode ser usado com tudo também, e fica lindo com um blazer. Ele é um stylish, ótimo para te dar aquela cinturinha e aquele corpo mais definido, por ser mais justinho.
+ O shorts número 6 é um clássico shorts rendado, super Lady e romântico. Com ele você deve tomar mais cuidado com as peças que vão compor o visual e os acessórios, sem muitos exageros por que ele já é um exagero por si só, o seu look pode ficar incrível para um passeio a tarde.

Look do dia




Sabe aquele dia que você acorda e pega a primeira peça de roupa que vê na frente? Então! Pra dar um charme, aposte nos acessórios (colares, anéis, pulseiras). Como eu não sou muito fã de pulseiras investi em colar e anel, mas sem exagerar muito. E no All Star que é coringa pra toda hora, né?

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Now Playing

Já ouviram a nova música da banda Paramore que estreiou dia 16/11? O vídeo mal saiu e já virou sucesso na internet. O single é "Playing God" e faz parte do albúm "Brand New Eyes", lançado no ano passado.
Hayley linda como sempre com o seu novo e polêmico cabelo, amarra e envenena Jeremy, Josh, Zac e Taylor. E ainda prende-os no porão!

Assista ao vídeo!


A banda compete no "People's Choice Award" dia 5 de janeiro de 2011 na categoria de grupo de rock favorito. Vamos votar, né gente?

Gostaram do vídeo? Comentem!

Fim de ano, novas roupas...

Fim de ano, muitas festas de despedida, formatura, natal, reveillon, casamentos dos quais você só é mais uma convidada e não precisa chegar querendo aparecer mais que todo mundo, e etc. O que eventos assim pedem? Um cardápio mais que especial: Roupas discretas mas chics e que façam a diferença.

Rock Romântico - Esse estilo você pode usar em todas as ocasiões, é só tomar cuidado para não abusar muito do rock na produção se o lugar exigir uma coisa mais simples - tipo reveillon. Com esse look você pode usar tanto salto alto quanto uma sapatilha. A cor predominante nesse look é o preto e o rosa, mas podemos diversificar com estampas de oncinha, zebra.. Só cuidado para não transformar Rock Romântico em uma coisa exótica ou até perua. Nós podemos brincar com os laços, flores, tachinhas e misturar bastante os dois estilos.
Romântica chic - Aqui não há muitas regras, o importante é extravasar e misturar. O lado romântico pede ordem, estampas básicas, fofas e o lado chic pede para abusar em ouros e pratarias. Você pode misturar saias floridas com clogs douradas que não fica nada feio. Em ambas modelos nós vemos uma mistura com ouro e preto, e o lado romantico está nos sapatos, cabelos e até mesmo na calça preta em forma de laço. Cuidado para não misturar muito as estampas do romântico com o chic e tornar o visual pesado e com muita informação.
Estamos na primavera, uma estação cheia de flores e cores. Vale apostar em Íris, Violeta, Narciso, Papoula, Gerânio. Sem deixar, é claro, o seu estilo. Misture suas peças de roupas com as cores da primavera e monte looks incríveis. A onda é inovar.
Trouxe pra vocês mais dicas de looks para as nossas festas de fim de ano: 1- A modelo número trás o look perfeito para passar uma festa de despedida, natal. Ela misturou o Romântico com o Chic, e soube misturar bem a estampa de oncinha com a sapatilha preta e branca. 2 e 3 - Elas trazem um look inspirador para Reveillon. A primeira modelo fez um look Básico misturando com o Folk, mas compensou com o cinto cheio de tachinhas, pulseiras e colares, que deram um charme parecido com o Rock ao visual. A segunda modelo misturou o Básico com o Chic. 4- É um ótimo look para formaturas, festas de despedida, Reveillon e até mesmo casamento (se você não for a madrinha), ela soube misturar estampas com cores fluorescentes sem deixar o look muito pesado e cheio de informações. Chic na medida certa.

Gostaram dos looks? Vão mudar a cara dos seus looks de fim de ano? Comenta pra gente!

Cardigan

Como vocês devem ter percebido, eu sou uma inútil na vida que fica passeando em blogs e vendo as novidades de moda. Eu sou fascinada pelo clima americano e todas as roupas que eles usam - fascinada é pouco. E eu sempre estou tentando trazer pra cá coisas que eu possa usar também, apesar do clima ser bem diferente. Nos dias chuvosos, frios e nublados, são os dias que eu mais aproveito. Por que? Cardigan! Essa palavra resume tudo. Eu amo cardigans, e são nos dias frios que eu uso e abuso de formas diferentes pra usar o meu. Onde eu quero chegar? Bem, estava no blog de uma americana, tão fascinada quanto eu em cardigans, e ela inovou a forma de usá-los.



Ela misturou o estilo rock - que eu amo - com o cardigan. E para o look ter alguma relação, ela colocou a corrente com corações na calça de couro. Lindo e criativo, né?

Cardigan : Freep’star

Tee : Sarah Wayne

Bag Charms : The 2 Bandits

Leather Pants : Promod

Boots : Office

Vou misturar meus looks com o meu cardigan e ver como fica. Conta aí o que achou!

Mudando conceitos

Eu, passeando pelo blog da modelo fofolete Bruna Tenório, 21, dei de cara com uma foto que me chamou a atenção. No último post eu falei do nózinho que as modelos e fashionistas estão dando em suas camisas, camisetas e T-shirts; mas a nova agora é dar uma pequena voltinha no cinto. Sim, eu disse cinto.
Eu achei lindo, e é outra forma de inovar o look. Pra não ficar sempre a mesma coisa. E se você é como eu, e odeia usar cinto - acho coisa de velho -, essa é uma forma que vai mudar totalmente seu conceito, seja lá qual for, o cinto com uma voltinha dá um charme especial, fica diferente, divertido e fofo.
Adorei, e aderi. E vocês, gostaram?

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Um charmezinho só seu

Já reparam o que as fashionistas e famosas andam fazendo com suas camisas, camisetas e T-shirts?

Dizem que quem começou essa onda foi a diva de Crepúsculo, Kristen Stewart. Whatever, o importante é que esta bombando.

Já tinha visto muitas meninas dando um nozinho charmoso em camisetas e camisa, mas em T-shirts é a primeira vez. Bom, a partir de hoje, nozinho pra dar um charme é o que há.
Eu já aderi, e vocês?

Copiando em 3,2,1...

Todo ano os editores da revista Vogue dedicam sua edição de Janeiro para as mulheres mais bem vestidas de todo o planeta.
A vencedora do ano foi a linda, loira, magra, e estrela de Gossip Girl: Blake Lively. Tudo o que a moça usa fica bom. Até o vestido mais curto e decotado, e não fica vulgar. E ainda tem os longos cabelos que complementam qualquer look. Convenhamos, ela merece.

Mas não foi só a Blake que levou o prêmio não, várias outras famosas foram nomeadas, cada uma ao seu estilo.
"A mais bem vestida", é claro, foi a Kate Moss. Unanimidade de votos, não é?

A primeira dama Michele Obama, foi eleita “A independente”. Seu estilo super chic e altamente discreto inspira nós todas.

O corpo escultural e o lindo rosto fizeram jus ao prêmio que Jessica Biel levou, como a “Beleza Americana”. Sinceramente, quem não queria ser ela?

A diva, linda, morena, magra e it girl mais perfeita do Universo, Alexa Chung, levou o prêmio de “A mais cool”.

A grande revelação e fofíssima Carey Mulligan que encanta a todos com seu “Espiríto Livre”. Sempre muito elegante nunca desaponta.

Sarah Jessica Parker sabe ser divertida, exótica e elegante como ninguém. Para ela foi o título de “Boêmia mais que chique”.


Você não queria estar ali? Que roupa você mais gostou? Aprova os prêmios?

A mocinha

O ponteiro do relógio aponta 13:00. Todos olham para a porta, contagem regressiva. 5,4,3,2,1... E ela chega. É sempre assim. Ela é igual à todas aqui, ou todas aqui são iguais à ela. Sempre de preto, uma pasta na mão, passos apressados, um celular e um sapato de salto que à deixa mais alta e elegante. Ela entra e todos olham pra ela. Já era de se esperar. Ela senta e cruza as pernas, todas as outras mulheres copiam. Hoje ela está com o cabelo preso em uma trança, ontem estava apenas preso. E nossa, que engraçado, todas as mulheres vieram com os cabelos apenas presos hoje. Os homens babam enquanto ela fala no celular e enrola nos dedos o fio solto da sua saia. O cara da mesa ao lado acaba de molhar a namorada com vinho, perdeu o foco enquanto a moça de preto retocou o batom, perdeu a namorada, que agora sai apressada para tentar retocar a sua vida sem ele, ou para transformar-se em uma moça de preto e reconquistá-lo.
Ninguém sabe o nome dela, muito menos a sua idade. Ninguém sabe onde ela trabalha, mas com certeza deve ser alguém ocupada, sempre séria, apressada, no mínimo uma empresária responsável. Quem topa ir lá perguntar? Ninguém tem certeza de nada sobre ela, ninguém tem coragem de ir lá perguntar. Sempre sozinha. Mas todos mundo quer ser a mocinha. Todo mundo copia a mocinha. A mocinha tem todos os homens sem ter, a mocinha que para todos os lugares quando entra, a mocinha de preto, sempre séria, apressada e sozinha.
E você, quer ser a mocinha?

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Super Power Hair

Vagando por sites, colunas de famosos, We heart it, entre outros; me dei conta de que a cor de cabelo avermelhada está bombando mais do que nunca. Eu tenho obecessão por mudança, sou hiperativa e vivo querendo mudar, inovar, renovar. Enfim, meus cabelos estão ala Ombré Hair, e não faz muito tempo que eles estão nessa meia-cor, desde julho deste ano. Mas confesso à vocês que já me cansei. A minha nova meta é conseguir chegar a uma cor avermelhada ao estilo americano. Quer me entender? Vou explicar.
Existem inúmeros colorantes no mercado, permanentes e não permanentes, desde o louro morango a tons de vinho. Até pessoas com tom escuro de pele ou mulheres latinas podem ficar bem de cabelos avermelhados. Tudo depende da tonalidade! Normalmente, quando falam "vou pintar meu cabelo de vermelho!", logo pensamos naquele vermelho vibrante fluorescente, estilo ao da Rihanna. Mas, como eu já disse, existe várias tonalidades. As americanas têm uma pele bem clarinha, então o vermelho dela é um vermelho queimado, quase alaranjado (as brasileiras clarinhas podem fazer a festa e abusar do vermelho alaranjado). Nós, brasileiras, geralmente temos uma pele mais escura, então podemos e devemos abusar de um vermelho mais escuro. E é aí que eu quero chegar, em um vermelho meio-termo, nem alaranjado (sou morena, morena, não dá certo) nem escuro demais. Bom, se você já tiver cabelos ruivos, leia mais abaixo informações sobre como manter a cor dos seus cabelos vibrante, saudável e com brilho.

Para loiras e de pele branca/clara – Você iria combinar com um tom de morango ou um vermelho acobreado claro. Se seu cabelo é bem claro, tome cuidado com a maioria das tintas feitas em “fundo de quintal” e com o uso de Henna pois você pode ficar com cabelos parecidos com uma cenoura! Cabelos mais claros sempre vão absorver as cores mais intensamente do que os cabelos escuros, pois têm pigmentação diferente. Se estiver em dúvida, experimente uma tintura não-permanente primeiro, na cor que você queira, e vá experimentando até achar a cor perfeita para você.

Se você tiver cabelos louros escuros ou castanhos e tom de pele clara a médio – Você pode usar quase todas as tonalidades de vermelho, dependendo das nuances de cor da sua pele. Se você fôr uma pessoa que curte o verão ou o mesmo o inverno (tons de pele mais frios, nos quais você pode usar cores tais como azul marinho, rosa, azul céu, vermelho brilhante e preto), você provavelmente combinará com tons de cereja, vinho, vermelho intenso ou até berinjela. Se você é uma pessoa “ de outono” ou “de primavera” (sobre tons mais quentes de pele e você pode usar cores como verde-musgo, oliva, bege e marrons), você deverá escolher tons mais quentes como marrom-avermelhado escuro ou um marrom-avermelhado e cobre. A regra geral é que, quanto mais claro fôr o seu cabelo, mais clara e brilhante será a cor de vermelho que combinará com você.

Se você tiver cabelos castanhos a castanhos escuros e tons de pele oliva – Vermelho intenso ou cores de ameixa podem ficar ótimos em você, assim como as cores vermelho-cereja escuro e tons de mogno. Os vermelhos mais claros ficam melhores com os tons de pele mais claros. Se você quiser chamar a atenção, umas luzes em tom vermelho vivo podem produzir resultados interessantes em você!

Se você tiver cabelos pretos e/ou pele escura – Se você quiser virar ruiva de verdade, recomendamos que procure um especialista pois quse certamente seu cabelo precisará ser descolorado, antes do tingimento, para que se possa ver o efeito. Luzes avermelhadas, mais espessas ou finas, conforme descrito acima, podem ser uma alternativa ao processo bastante danoso de descoloramento e tingimento de todo o seu cabelo. O crescimento do cabelo também se torna menos visível e você não terá que retornar ao cabeleireiro a cada quatro semanas para retocar as raízes. Entretanto, uma cor escura de cereja ou vinho tinto pode ser usada sem o uso da descoloração, dando aos seus cabelos uma sutil tonalidade avermelhada e um brilho fantásticos.

E aí, tomaram coragem? Vão adotar o vermelho? Que tipo de vermelho?

Playing now

Sabe quando você está andando na rua e de repente aparece quatro meninos que fazem seus olhos acompanharem cada passo deles e seu coração parar e sua boca formar um lindo "O"? Então. Esse quarteto nasceu em Virgínia Beach, VA, nos Estados Unidos, em 2004. O quarteto forma uma banda chamada Days Difference, lançaram o primeiro albúm em 2007. E em 2009 o primeiro lançamento oficial com a gravadora Universal Motown Records.
A banda não estourou ainda, mas pode anotar aí na sua agenda, diário, papel, bloco de notas, em qualquer lugar, por que logo menos estarão estourando em todas as rádios brasileiras. Não só pelo ótimo pop rock da banda, mas por que, como eu já disse, os meninos são lindos demais. E param nosso coração no primeiro verso da música.
Days Difference é composta por Jeremy Smith (vocal e teclado), Jonathan Smith (bateria), Miquéias Ricks (baixo) e Jeremias Ricks (guitarra). Como você deve ter percebido, Jeremy e Jonathan Smith são irmãos (Jonathan é o mais velho) e Micah e Jeremias Rick (Micah é o mais velho) também.
Muitos comparam o som da banda com o som do All time low e do The Maine, se você - como eu - é fã morta e crucificada dessas bandas, está mais que recomendado ouvir os singles de Days Difference: "Radio Song", "Falling Into you" e "Are you Happy?"
E essa é a nova música, foi lançada dia 8 de novembro 2010. Apaixonem-se com "Speakers".


Siga eles no MySpace | Twitter

E aí, o que acharam da banda?

terça-feira, 16 de novembro de 2010

As I

Depois de muito enrolar, e acrescenta mais um enrolar aí, eis que surge a idéia de reformar um antigo sonho, e bem nessa hora surge o Heartless - Vejo Purpurina.
Este espaço chega em uma boa hora: Fará um ano em Janeiro de 2011 que mantenho o Dreams Come True, onde desabafo. Chega a ser um pouco chato às vezes, afinal, só encontro palavras que descrevam a minha situação quando estou triste, quase me mutilando. O blog acaba sendo romântico demais, comum demais, tudo ao excesso. Eu sou uma garota tagarela, necessito falar. Mas minha língua tem problemas que impedem qualquer tipo de som, só encontro palavras nos textos. Meus companheiros? Lápis, borracha, papel e música. Sou alguém sem sentimentos que tem MUITOS sentimentos, confusa? Magina. Além de um pouco - muito! - confusa, sou exagerada. Apesar do "quase me mutilando" ser bem real.
Neste pequeno bloco cibernético, colocarei coisas aleatórias. Coisas que eu sinto uma imensa vontade de por no meu outro blog mas não tenho coragem, não combina. É a mesma coisa que misturar chantilly com batata frita. Ambos são bons, mas juntos não combinam. Temos que comer um de cada vez. Lá eu vou "comer" os textos enormes, o desabafo. E aqui eu como coisas diferentes.

Por que Heartless - Vejo purpurina? Simples. Minhas amigas costumam dizer que sou alguém totalmente sem coração, insensível. Mas eu garanto que ainda sim, consigo ver purpurina em algumas pessoas e situações.